Home Favoritos Donativos RSS
counter

 
segunda-feira, 15 de outubro de 2007

Jerry Fodor: A Ruína da Selecção Natural

Num artigo provocante na edição mais recente do London Review of Books (18 de outubro de 2007), Jerry Fodor, filósofo da ciência e cientista cognitivo da Universidade Rutgers argumenta que “o relato darwinista clássico da evolução como sendo principalmente realizado pela seleção natural está em dificuldades tanto em termos conceituais como empíricos.” Conforme ele diz,

“A maré alta do adaptacionismo fez flutuar uma esquadra diversificada, mas a maré pode agora estar a descer. Se realmente se verificar que a seleção natural não é o que conduz a evolução, muitas especulações soltas vão ficar em grandes apuros, secas e parecendo um pouco ridículas. A indução ao longo da história da ciência sugere que as melhores teorias que nós temos hoje se irão revelar mais ou menos falsas mais tardar amanhã à tarde. Em ciência, como em qualquer outra área, ‘não revelar as apostas’ é geralmente um bom conselho.”

Fodor tem sido desde há muito tempo um crítico do uso da seleção natural na explicação da arquitetura cognitiva humana. Lembro-me, quando eu era aluno de pós-graduação, de ouvir uma palestra dele (como professor convidado) sobre aquele assunto, e fiquei espantado pela sua rejeição, sem cerimônias, dos relatos adaptativos da psicologia humana. Bem, Fodor não leva o design inteligente muito em conta, e ele não está desafiando a tese da ancestralidade comum: vejam, por exemplo, os dois últimos parágrafos deste artigo.

Mas ultimamente a sua crítica ao raciocínio darwinista tem se expandido para além dos limites da ciência cognitiva, onde ele principalmente policiou histórias da carochinha de fugas adaptivas dos velhos tempos. De vela na mão, Fodor tem batido recentemente em cabeças situadas bem na própria biologia:
“De facto, um número apreciável de biólogos perfeitamente sensatos está a começar a pensar que a teoria da seleção natural não pode ser mais aceita como sendo verdade... O resultado irônico é que isso acontece num tempo em que a teoria da seleção natural se tornou um artigo de cultura popular, ela se confronta com o que pode ser o desafio mais sério que já teve. Os darwinistas ficaram conhecidos por dizerem que o adaptacionismo é a melhor idéia que alguém já teve. Seria uma boa piada, se a melhor idéia que alguém já teve, se revelasse afinal não ser verdadeira.”

(Texto azul, de Paul Nelson)

E esta hein!

0 comentários:

Postar um comentário





Related Posts with Thumbnails
A origem da vida não é consensual. A evolução dos seres vivos não é consensual. A teoria de Lamarck, a teoria de Darwin, e outras, propuseram a transformação dos seres vivos ao longo do tempo.

Mas o evolucionismo e o darwinismo não explicam de forma satisfatória a complexidade dos seres vivos. A biologia molecular e a biologia celular revelam mecanismos cuja origem os darwinistas nem se atrevem a tentar explicar.


Este blog trata de Design Inteligente, Darwinismo e Teoria da Evolução