Home Favoritos Donativos RSS
counter

 
domingo, 4 de dezembro de 2011

Darwinismo segundo um advogado

No vídeo abaixo Phillip E. Johnson responde em entrevista a várias questões sobre o design inteligente, evolução e ciência:



Na entrevista são respondidas 25 questões:

1 - Como é que a perspectiva de um advogado ajuda a avaliar teorias cientificas?

2 - Porque está convencido que o Darwinismo é mais filosofia do que ciência?

3 - Algum dos seus criticos reconheceu que o Darwinismo é algo muito aparentado com uma religião secular?

4 - Descreve-se a si mesmo como um criacionista. O que quer dizer com isso?

5 - O que significa o termo evolucionista?

6 - Acha que evolução teísta é uma contradição de termos?

7 - Acredita que os processos naturais:
. são suficientes para explicar grandes mudanças evolucionárias
. são insufucientes
. impedem as grandes mudanças evolucionárias de ocorrerem

8 - A história natural não demonstra o facto evolução?

9 - O que considera ser a melhor evidência para a evolução?

10 - O que considera serem os maiores problemas da teoria Darwiniana?

11 - A teoria Darwiniana diz que a acumulação de diversidade de espécies deve preceder a disparidade dos taxa superiores. A sucessão geológica não está sistematicamente na ordem inversa em relação às previsões Darwinianas?

12 - Recusa o conceito de descendência com modificação?

13 - É evidente do registo fóssil que planos corporais fundamentais não sofrem grandes mudanças evolucionárias. Há processos naturais que impedem grandes mudanças evolucionárias?

14 - Se a teoria Darwiniana é uma teoria tão fraca porque é que não há mais cientistas a rejeitá-la?

15 - Porque é que os cientistas não consideram a criação como uma explicação alternativa para as origens?

16 - Se a ciência está limitada ao naturalismo que outras alternativas poderiam haver ao evolucionismo?

17 - Tem algum programa de pesquisas alternativo para os cientistas?

18 - As extrapolações de Darwin parecem mais metafisicas do que empiricas. Não deveriam os cientistas voltarem para uma ciência mais empirica?

19 - Os cientistas precisam de perceber melhor as regras ordinárias da natureza de estabilidade e estase antes de poderem desenvolver melhores torias das modificações?

20 - Os cientistas podem chegar à conclusão que os processos naturais impedem grandes mudanças evolucionárias?

21 - A "California Science Framework" permite criticas à teoria Darwiniana na sala de aulas?

22 - O que pode ser ensinado legalmente na sala de aula de ciências?

23 - É ilegal ensinar a Lei da Biogénese de Pasteur de que a vida não surge por processos expontâneos?

24 - O ensino acritico do Darwinismo não mina o apoio à educação pública?

25 - O ensino acritico do Darwinismo constitui o establishment de uma religião secular?

0 comentários:

Postar um comentário





Related Posts with Thumbnails
A origem da vida não é consensual. A evolução dos seres vivos não é consensual. A teoria de Lamarck, a teoria de Darwin, e outras, propuseram a transformação dos seres vivos ao longo do tempo.

Mas o evolucionismo e o darwinismo não explicam de forma satisfatória a complexidade dos seres vivos. A biologia molecular e a biologia celular revelam mecanismos cuja origem os darwinistas nem se atrevem a tentar explicar.


Este blog trata de Design Inteligente, Darwinismo e Teoria da Evolução