Home Favoritos Donativos RSS
counter

 
sábado, 22 de setembro de 2007

Evolucionismo e discriminação


Cientistas, professores, e estudantes estão a ser atacados por questionarem a evolução

Na América, a liberdade dos cientistas, professores, e estudantes, para questionarem Darwin está a ficar sob ataque crescente por aqueles que só podem ser chamados de Darwinistas fundamentalistas. Estes auto-nomeados defensores da teoria da evolução estão a levar a cabo uma campanha maliciosa para discriminar e colocar em lista negra todos os que discordam deles.

Fonte: www.discovery.org

_______


O caso de Richard Sternberg:


A 4 de Agosto de 2004, um artigo de Stephen C. Meyer (adepto do Design Inteligente), director do 'Discovery Institute's Center for Science and Culture', intitulado "The origin of biological information and the higher taxonomic categories", apareceu no jornal peer-reviewd chamado "Proceedings of the Biological Society of Washington " da 'Smithsonian Institution'.

Na 'Smithsonian Institution', o biólogo evolucionista Richard Sternberg, redactor daquele respeitado jornal de biologia, foi alvo de retaliações pelos directores da Smithsonian, em 2005, depois de aceitar publicar aquele artigo técnico revisto, favorecendo o Design Inteligente.

Investigadores da 'U.S.Office of Special Counsel' concluiram mais tarde que "é... claro que um ambiente de trabalho hostil foi criado com o objectivo final de forçar [o Dr. Sternberg] ... a sair da [Smithsonian]."

_______


O caso de Richard Sternberg ( cont .)

.
"A equipa de investigação descobriu fortes evidências que os direitos constitucionais e civis do Dr. Sternberg foram violados pelos funcionários da 'Smithsonian Institution'."

http://www.evolutionnews.org/2006/12/the_house_government_reform_su.html#more


_______

Relatório das autoridades dos Estados Unidos sobre o caso Richard Sternberg:

*************
"
CASA DOS REPRESENTANTES DOS ESTADOS UNIDOS
Comissão para a Reforma Governativa

Dezembro de 2006

Intolerância e Politização da Ciência na 'Smithsonian'

Os Altos Funcionários da 'Smithsonian' Consentiram a Despromoção e a Atormentação Descriminatória de Cientista Cético da Evolução de Darwin
"
*************


O relatório pode ser lido aqui

_______


Artigo sobre o caso Richard Sternberg:

*******************************

Nova Heresia Ciêntifica

Um editor da Smithsonian é destituído da sua batina pelos sacerdotes da ciência por publicar um artigo sobre Design Inteligente - Gene Edward Veith

_________

A ciência é normalmente louvada como sendo aberta e livre, perseguindo as evidências aonde quer que elas levem. As conclusões ciêntificas são falseáveis, abertas a posteriores questionamentos, e revistas assim que novos dados surgem. A ciência é livre de dogmas, intolerância, censura, e perseguição.

Por estes padrões, os Darwinistas tornaram-se os dogmáticos. Os cientistas da 'Smithsonian Institute' financiados pelos contribuintes americanos, estão a castigar um dos seus, simplesmente por publicar um artigo acerca do Design Inteligente.

Stephen Meyer, detentor de um Ph.D. de Cambridge e que é investigador no 'Discovery Institute', escreveu um artigo intitulado "The Origin of Biological Information and the Higher Taxonomic Categories". Tal como Meyer explicou ao MUNDO, o seu artigo trata da explosão do Cambrico, o ponto do registo fossil em que duzias de formas corporais distintas de animais subitamente saltam para a existência. Os próprios Darwinistas, ele mostrou através de uma sondagem da literatura, admitem que não podem explicar esta diversidade súbita de formas em tão pouco tempo.

*******************************



_______


O caso Richard Sternberg na "The Scientist"
Entre outras coisas pode-se ler que o relatório das autoridades norte americanas diz que:

"Enquanto a maior parte dos cientistas abraçam a teoria de Darwin, é importante que nem os fundos Federais nem o poder Federal seja usado para castigar ou retaliar contra outros cientistas qualificados apenas porque discordam da visão da maioria"
http://www.the-scientist.com/news/home/38440/

O relatório pode ser lido aqui


_______

O caso de Forrest Mims

Esta foi uma ação discriminatória ocorrida em 1990. Naquele ano, a revista Scientific American pediu a um divulgador científico, Forrest Mims, que escrevesse vários artigos para a coluna "Cientista amador". A "Cientista amador" trata de tópicos tais como medição do comprimento de raios de tempestade, construção de observatórios solares portáteis e fabricação de sismômetros caseiros para registrar movimentos telúricos - projetos divertidos para pessoas que têm a ciência como hobby. O acordo foi que, se editores e leitores gostassem dos artigos, Mims seria contratado como colaborador permanente. Os artigos experimentais foram um sucesso. Mas quando foi a Nova Iorque para uma entrevista final, perguntaram a Mims se ele acreditava na evolução. Ele respondeu que não. Acreditava mesmo era na explicação bíblica da Criação. Resultado: a revista desistiu de contratá-lo.

(Cf. A Caixa Preta de Darwin, editora Jorge Zahar.)

_______

Discriminação chegou à Rússia

Uma rapariga de 16 anos, Mariya Shrayber lançou o primeiro desafio legal na Rússia ao ensino da evolução de Darwin nas escolas. Seus representantes alegam que três áreas de lei do estado estão a ser infringidas pelo ensino de Darwinismo como se fosse um fato. Querem que a evolução seja ensinada como uma hipótese que possa ser examinada de forma critica, com o mesmo estatuto da 'criação inteligente'.

O caso centra-se num livro escolar de ciências recomendado pelo ministro russo da Educação e usado na escola de Mariya. Na primeira audição, em 13 dezembro 2006, um dos autores do livro escolar, professor S. Mamontov, foi ouvido. Os apoiantes de Mariya alegam que deu respostas insatisfatórias às perguntas sobre a origem da vida na terra, à origem de seres humanos e à seleção natural. São estes assuntos que gostariam de ver examinados crìticamente nas escolas.

Kirill Shrayber, que representa a sua filha Mariya em tribunal, faz toda uma série de reivindicações: que o seu desenvolvimento e instrução pessoais estão a ser prejudicados pelo ensino de teorias não confirmadas sobre a origem de seres humanos; os seus direitos como cidadã russa são postos em causa pelo ensino de idéias falsas como se fossem fatos; a teoria de Darwin é ateia e sendo ela ensinada como um fato vai contra a liberdade de religião; o ensino da teoria de Darwin promove a ideologia comunista. Os apoiantes de Mariya dizem também que ela tem sido submetida a pressão directa e a insultos na escola, e querem um pedido de desculpas formal.


Fonte: "Truth in Science"

_______

Astrônomo discriminado na Universidade de Iowa

A Universidade Estadual de Iowa negou estabilidade acadêmica ao astrônomo Guillermo Gonzalez, co-autor do livro The Privileged Planet [O Planeta Privilegiado], que apresenta evidência científica poderosa para o design inteligente do universo. Você pode ler sobre a situação na edição de hoje do jornal Ames Tribune aqui [inglês].

Isto é um dia muito triste para a liberdade acadêmica. O Dr. Gonzalez é um tremendo scholar, e um excelente ser humano. Sua pesquisa foi destacada nas revistas científicas Scientific American, Science, Nature, e em muitas outras publicações científicas. A decisão da Universidade Estadual de Iowa em negar-lhe estabilidade acadêmica é uma tremenda injustiça, e a universidade deve ser responsabilizada por sua ação. Isto merece uma história muito maior do que a perseguição do biólogo evolucionista Richard Sternberg no Smithsonian Institute.

Ironicamente, o Dr. Gonzalez chegou aos Estados Unidos como um filho de refugiado de Cuba de Castro. Infelizmente, ele parece ter descoberto que os ideólogos darwinistas nas universidades americanas podem ser quase tão implacáveis quanto os ideólogos marxistas de seu país natal.

+++++

Nota: O critério para a avaliação da concessão de estabilidade acadêmica na Universidade Estadual de Iowa é baseada “principalmente na evidência de erudição prática de ensino, pesquisa/atividades criativas, e/ou extensão/prática profissional do membro da faculdade.” O departamento de Astronomia e Física, do qual Gonzalez faz parte, estabelece um padrão para os candidatos à estabilidade acadêmica terem escrito pelo menos 15 artigos de qualidade em publicações científicas com revisão por pares. Gonzalez submeteu 68, dos quais 25 desde quando chegou à Universidade Estadual de Iowa em 2001.

pos-darwinista.blogspot.com

_______


Darwin, a China e a América

Um paleontólogo chinês em visita aos Estados Unidos fez a seguinte afirmação:

"Na China podemos criticar Darwin mas não o governo. Na América vc pode criticar o governo mas não Darwin."

Liberdades e a falta delas!...


_______


Guillermo Gonzalez - Claro Caso de Discriminação

O "The Chronicle of Higher Education" diz o seguinte:

O defensor do design inteligente que viu negada a sua estabilidade acadêmica tem um forte registro de publicações

por By RICHARD MONASTERSKY, 21-05-07

Numa análise breve, parece um caso claro de discriminação. Como professor assistente de física e de astronomia na "Iowa State University", Guillermo Gonzalez tem um registro de publicações melhor do que qualquer outro membro da faculdade de astronomia. Acontece que ele também apoia publicamente o conceito do design inteligente. No mês passado foi-lhe negada a estabilidade académica.


_______


aqui fica uma lista das publicações de GUILLERMO GONZALEZ

_______


Discriminação confirmada a Guillermo Gonzalez
o presidente da Universidade Estadual de Iowa negou ontem o recurso para reverter a decisão negando estabilidade acadêmica ao astrônomo Guillermo Gonzalez, co-autor do livro The Privileged Planet, e um proponente da teoria científica do Design Inteligente.

O presidente da Iowa State University (ISU) Gregory L. Geoffroy anunciou ontem, 1º. de junho, a decisão negando recurso ao Dr. Gonzalez , apesar do fato de o Dr. Gonzalez ter publicado 350% a mais de artigos em publicações científicas com revisão por pares do que deveria a fim de demonstrar excelência de pesquisa no seu departamento.

O Dr. John G. West, diretor-associado do Centro para Ciência do Discovery Institute, onde o Dr. Gonzalez é um senior fellow, disse: “é um dia triste para a ciência e a livre pesquisa quando a estabilidade acadêmica é negada a um cientista do calibre de Guillermo Gonzalez... O presidente Geoffroy demonstrou nitidamente que a liberdade acadêmica não é tão importante para a Iowa State University do que passar num teste de fidelidade ideológica.”

Recentemente um professor do departamento de Astronomia da ISU admitiu à revista World que o trabalho de Gonzalez sobre o design inteligente desempenhou um papel na decisão deles em negar-lhe estabilidade acadêmica. Considerando-se o nível de realização científica do Dr. Gonzalez, muitos suspeitam que ele seja a vítima mais recente de discriminação contra os proponentes da teoria do Design Inteligente.

De acordo com o Smithsonian/NASA Astrophysics Data System (ADS), o Dr. Gonzalez tem a mais alta “contabilidade de citação normalizada” entre os astrônomos do seu departamento pelas suas publicações desde 2001, o ano que se juntou à faculdade da ISU. A contagem da citação normalizada é uma medida padrão do impacto científico da pesquisa de um cientista junto à comunidade científica.

A pesquisa do Dr. Gonzalez já apareceu em revistas científicas como a Science, Nature, e foi artigo de capa da Scientific American, além do fato de professores de outras universidades e até do seu departamento usarem o seu livro-texto de astronomia "Observational Astronomy" publicado pela não menos famosa Cambridge University Press, e com revisão por pares rigorosa.

O Dr. Gonzalez tem vinte dias para decidir se entra com outro recurso junto ao Iowa State Board of Regents contra a decisão do presidente Geoffroy.

pos-darwinista.blogspot.com, 2/6/07

_______


Carta ao presidente da Universidade de Iowa

Ted Davis, um historiador da ciência que tem atacado frequentemente o DI e os membros do DI no geral, disse isto, entre outras coisas, sobre a negação de estabilidade acadêmica a Guillermo Gonzalez, numa carta ao presidente da Universidade Estadual de Iowa:

Da minha posição, o impacto das ações do Dr. Avalos não é dificil de ver: ele envenenou o ambiente para o Dr. Gonzalez, minando a sua reputação académica e isolando-o na Universidade Estadual de Iowa e tudo baseado num livro que é realmente um dos melhores livros populares sobre a ciência nos anos recentes. Eu sou um perito em história da religião e ciência nos Estados Unidos (meu projeto atual sobre a América moderna recebeu suporte significativo da "National Science Foundation"), e na minha opinião o tratamento de tópicos históricos pelo Dr. Gonzalez no seu livro "The Privileged Planet" é muito superior ao tratamento de tópicos comparáveis nas séries famosas de Sagan. A sua refutação do "princípio de Copérnico", principio associado ao astrónomo Harlow Shapley de Harvard, é um corretivo excelente à opinião falsa de Shapley, de Sagan, e de muitos outros cientistas de que de alguma forma Copérnico teria "despromovido" a humanidade movendo-nos para fora do centro do universo. Como Dennis Danielson mostrou de forma decisiva (num artigo no "American Journal of Physics" e no "The Book of the Cosmos"), Copernico e seus seguidores não acreditavam em tal coisa, e a explanação clara dos detalhes por Gonzalez ajuda a manter o registro correcto para muitos do público geral. Um dos mais importantes historiadores de astronomia, Owen Gingerich de Harvard (um estudante anterior de Shapley), elogia por isto de forma justa o Dr. Gonzalez no seu livro recente, "God’s Universe" (Harvard University Press, 2006), que é também mais um exemplo de um cientista que oferece uma interpretação religiosa de seu trabalho ao público em geral.

Pergunto-me, se o Professor Gingerich fosse também um membro júnior da faculdade de "Iowa State", se o Dr. Avalos estaria agora organizando uma outra movimentação de petição contra este livro particular, pela sua defesa de um universo projetado?

_______


Ciência Alternativa e discriminação

Casey Luskin entrevistou Mario Lopez, co-fundador do Ciência Alternativa.
Ciência Alternativa é um website dedicado a difundir a teoria do Design Inteligente nas comunidades de língua espanhola. Lopez explica como se envolveu com o DI, como funciona o Ciencia Alternativa e descreve a sua história.
Ele fala também sobre seus colegas associados ao Ciencia Alternativa, e a oposição severa que eles enfrentam de alguns sectores da comunidade científica. De acordo com Lopez, esta oposição pode ser tão severa que os seus colegas têm de conduzir o seu trabalho de pesquisa relacionada com o DI, incógnitos, a fim de evitar colocar em risco as suas reputações e suas carreiras acadêmicas.


_______

Inquisição Darwinista

" 'Expelled' é um novo documentário perturbador que vai chocar quem pensa que todos os cientistas são livres de seguirem as evidências aonde quer que elas levem.

As coisas têm ficado piores, não melhores. A liberdade acadêmica está sob um ataque intenso da parte dos Darwinistas por esse país fora."



Vejam o trailer (a estreia é para Fevereiro de 2008):

Expelled: Não é permitida inteligência








0 comentários:

Postar um comentário





Related Posts with Thumbnails
A origem da vida não é consensual. A evolução dos seres vivos não é consensual. A teoria de Lamarck, a teoria de Darwin, e outras, propuseram a transformação dos seres vivos ao longo do tempo.

Mas o evolucionismo e o darwinismo não explicam de forma satisfatória a complexidade dos seres vivos. A biologia molecular e a biologia celular revelam mecanismos cuja origem os darwinistas nem se atrevem a tentar explicar.


Este blog trata de Design Inteligente, Darwinismo e Teoria da Evolução