Home Favoritos Donativos RSS
counter

 
quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Dawkins e a «Desgraça Nacional»

Richard DawkinsDe acordo com uma sondagem Mori, no Reino Unido, 29% dos professores de ciências quer permitir o ensino do criacionismo nas aulas de ciências. Presume-se que isso inclui o design inteligente que é, geralmente, metido num "saco do criacionismo que dá para tudo". Além disso, 73 % dos professores de ciências acham que o criacionismo deveria ser discutido em outro tipo de aulas. Dawkins classifica o facto de que 29 % dos professores de ciências quererem permitir que o criacionismo seja ensinado nas escolas, como sendo uma "desgraça nacional".

Richard Dawkins e Steve Jones dão suas opiniões sobre a sondagem aos professores sobre o criacionismo

Um quarto [29%] de professores de ciências ensinaria o criacionismo

Em primeiro lugar, vou deixar de lado a questão interessante de como Dawkins pode considerar alguma coisa uma 'des-graça' quando ele próprio começa por acreditar que 'graça' é um conceito sem sentido. Mas, sobre a questão de uma «desgraça nacional»; quando a maioria dos professores querem respeito às cosmovisões dos alunos nas escolas, é estranho que alguma coisa possa ser uma "desgraça nacional". Ou até mesmo para uma pequena minoria, sem dúvida, ela deveria ter a sua opinião respeitada numa democracia. Acho que dar "carta branca" a um grupo restrito de humanistas seculares e ateus para ditarem uma política de educação que desrespeita as cosmovisões das crianças numa sociedade multi-religiosa é que é a verdadeira desgraça nacional. Mas Dawkins quer reeducar os professores, até que todos aceitem a evolução como um facto, ou se isso não acontecer até que, presume-se, lhes sejam removidos os seus empregos. Parece que Dawkins e os amigos não têm grande respeito por uma sociedade livre. AC Grayling tem também apelado a uma "guerra" contra a religião em geral, principalmente justificando que a religião é a causa da guerra em primeiro lugar. Mas deixemos este assunto de parte. Guerra de morte contra a religião - AC Grayling

O que Dawkins não pode reconhecer (não lhe convém) é que a razão pela qual o design inteligente está a ganhar terreno é porque a ciência ela própria está avançando, e os conhecimentos sobre a complexidade da vida biológica estão extravasando apesar das tentativas de conter esses conhecimentos através dos poderes que controlam a política da educação da ciência.
Mas se Dawkins leva a sério a preservação da crença na evolução então ele tem que impedir as crianças de descobrirem e conhecerem a incrível complexidade da célula. Aqui estão algumas tácticas que ele poderia usar para manter o rebanho sob controle e manter o dogma de Darwin:
Rebanho de Dawkins Priestwood
  1. Silenciar as ciências biológicas e ocultar o conhecimento sobre o grau de complexidade da célula até que as crianças estejam completamente doutrinadas na evolução.
  2. Publicar livros didácticos com investigação desactualizada ou utilizar evidências já falseadas - eles serão muito novos para se aperceberem.
  3. Usar argumentos emocionais, polémicos e retóricos contra os defensores do design inteligente, e assim usar o medo e pressão dos pares para impedir as crianças de fazerem perguntas embaraçosas, ou de investigarem as evidências fora do currículo estreito e de arriscarem uma mudança de lado.
  4. Deturpar os argumentos dos defensores do design inteligente, e usar falácias de lógica nas críticas ao design inteligente. Além disso, não dar às crianças as habilidades necessárias para reconhecerem logicamente os argumentos falaciosos.
  5. Enganar e confundir as crianças com argumentos falaciosos, para que desistam completamente da ciência - e o mito de Darwin seja conservado com eles para todas as suas vidas.

FONTE: Ciência e Valores


0 comentários:

Postar um comentário





Related Posts with Thumbnails
A origem da vida não é consensual. A evolução dos seres vivos não é consensual. A teoria de Lamarck, a teoria de Darwin, e outras, propuseram a transformação dos seres vivos ao longo do tempo.

Mas o evolucionismo e o darwinismo não explicam de forma satisfatória a complexidade dos seres vivos. A biologia molecular e a biologia celular revelam mecanismos cuja origem os darwinistas nem se atrevem a tentar explicar.


Este blog trata de Design Inteligente, Darwinismo e Teoria da Evolução