Home Favoritos Donativos RSS
counter

 
segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

A incrível complexidade do flagelo

E agora silenciem-se os adoradores de Darwin:


É fantástica a extraordinária complexidade de tudo aquilo.

E ainda há quem acredite que mecanismos biológicos tão complexos se formaram "por obra do acaso", por um processo de tentativa e erro acidental.
Haja fé!

Procurar entender esta complexidade incrível que encontramos nos seres vivos, investigá-la, requer alta tecnologia. E é a própria tecnologia humana que no fim de contas fica a ganhar com a compreensão destas nanomáquinas presentes na natureza.

Aquecimento Glogal - Como é que o consumo de energia podia ser controlado para se enfrentar a grande questão que é colocada à humanidade neste século?

Um dos requisitos é um sistema altamente eficiente como nenhum outro.

E de facto existe um motor altamente eficiente com uma taxa de conversão de energia de praticamente 100%. E ainda por cima, gira a uma velocidade de rotação de 1500 rotações por segundo. Muito mais rápido que o mais rápido motor de fórmula 1: o motor flagelar bacteriano.

A estrutura revelada pelo microscópio electrónico é muito semelhante a um motor artificial com o seu estator, rotor e casquilho, e surpreendeu o mundo.

e o Director da investigação diz:
"O cérebro de uma mosca da fruta usa energia em microwatts para controlo complexo de voo e para processamento de informação visual para encontrar comida e voar até ela. Não me parece que um supercomputador possa ainda simular aquilo que o cérebro de uma mosca da fruta faz, mesmo quando usa megawatts de energia. A diferença de mais de 10 ordens de magnitude no nível de energia usada é uma indicação de quão incrível os sistemas biológicos são. E até existem nas bactérias.

O motor flagelar e o aparelho exportador de proteínas usa força movida por protões, ou mecanismos que utilizam o fluxo de protões, a níveis de energia extremamente pequenos. Perceber os mecanismos físicos básicos por trás deles vai fazer chegar o tempo em que eles podem ser realmente utilizados para projectar em engenharia. É trabalhar para alcançar o sonho de resolver os problemas globais de energia e do ambiente. Esta é a dimensão de tudo isto!"

Reiichi Namba - Director de Investigação do Projecto de Nanomáquinas Dinâmicas.

É interessante o contraste entre aquilo que pode produzir a procura de design na natureza e aquilo que normalmente produzem as vãs filosofias darwinistas. E deixa-nos a pensar na utilidade de continuar a alimentar uma ideologia naturalista inútil que precisa de comemorações, efemérides e homenagens constantes, como é o caso agora dos 200 anos de Darwin.

P.S. - Estava aqui eu a apreciar a incrível complexidade da formação do flagelo bacteriano e a pensar que aqueles tipos do vídeo não tinham feito uma única referência à evolução, quando, perto do final, lá surge alguém, sem se saber porque, a fazer um comentário de que aquilo tudo se formou pela evolução ao longo de biliões de anos! Já faltava...
Mas faltou também o como! Se não sabem explicar o "como", mais valia manterem-se em silêncio, pois ao manifestarem-se colocam em evidência o nível de crença que um darwinista precisa de ter face a este nível de complexidade integrada que lhes entra pelos olhos dentro. Haja fé!



Vejam outros posts sobre o flagelo.

0 comentários:

Postar um comentário





Related Posts with Thumbnails
A origem da vida não é consensual. A evolução dos seres vivos não é consensual. A teoria de Lamarck, a teoria de Darwin, e outras, propuseram a transformação dos seres vivos ao longo do tempo.

Mas o evolucionismo e o darwinismo não explicam de forma satisfatória a complexidade dos seres vivos. A biologia molecular e a biologia celular revelam mecanismos cuja origem os darwinistas nem se atrevem a tentar explicar.


Este blog trata de Design Inteligente, Darwinismo e Teoria da Evolução