Home Favoritos Donativos RSS
counter

 
domingo, 20 de janeiro de 2008

Resposta à brochura darwinista da NAS

Science, Evolution, and Creationism, brochura darwinistaJá escrevi uma extensa resposta à brochura anti-DI "Ciência, Evolução, e Criacionismo" da National Academy of Sciences (NAS) . A resposta completa, Os Factos sobre o Design Inteligente: Uma Resposta ao "Ciência, Evolução, e Criacionismo" da National Academy of Sciences (NAS) pode ser lida online aqui ou fazendo o download aqui no formato PDF. É permitida a livre reprodução deste documento para uso educacional.

O documento é longo, e está em inglês (tradução do google aqui), aqui fica a tradução do indice do conteúdo, e da conclusão:

  1. Introdução
  2. A NAS sobrevaloriza a importância ciêntifica da evolução
  3. A NAS, de forma nada ciêntifica, eleva a evolução ao estatuto de dogma inquestionável
  4. A NAS distorce os factos sobre o estado da investigação em relação à origem da vida
  5. A NAS distorce a natureza do registo fóssil
  6. A NAS distorce as evidências para um ancestral comum universal
  7. A NAS distorce a verdade relativamente à evolução humana
  8. A NAS distorce a complexidade irredutivel e o flagelo bacteriano
  9. A NAS distoce a natureza do Design Inteligente.
  10. A NAS adopta a abordagem de "Se o Juiz Judge Jones disse, eu acredito" em relação ao Design Inteligente

  11. Conclusão: A NAS desvaloriza os argumentos científicos a favor do Design Inteligente.

    A NAS afirma que "nenhuma evidência científica é favorável" ao design inteligente e que o design inteligente "rejeita descobertas e métodos científicos" uma vez que espera que o público confie nos seus pronunciamentos, em vez de olhar para as evidências. Pelo contrário, cada secção desta refutação é sobre evidências científicas favoráveis ao design inteligente e que desafiam a evolução. Estas evidências - que a NAS ignora amplamente - vêm de vários domínios, tais como bioquímica, paleontologia, genética, sistemática, antropologia, e teoria da informação.

    A brochura "Ciência, Evolução, e Criacionismo" da NAS não irá reduzir o ceticismo do público em relação à evolução porque nenhum pronunciamento ou decreto da NAS pode mudar os factos da ciência. Para aqueles que estão dispostos a investigar os factos deste assunto por si próprios e não se deixam levar em adesões cegas aos pronunciamentos de autoridades científicas, parece claro que uma dissidência científica legítima ao Neo-darwinismo, é possível. Infelizmente, se os educadores de ciência seguirem a abordagem da NAS, a educação científica tornar-se-á uma doutrinação da ciência. Talvez no que diz respeito à evolução, seja exatamente isso o que a NAS deseja.

    Se preferir pode ver uma versão completa do documento em português, neste link com a TRADUÇÃO do Google

    (Texto a azul, por Casey Luskin)

    0 comentários:

    Postar um comentário





    Related Posts with Thumbnails
    A origem da vida não é consensual. A evolução dos seres vivos não é consensual. A teoria de Lamarck, a teoria de Darwin, e outras, propuseram a transformação dos seres vivos ao longo do tempo.

    Mas o evolucionismo e o darwinismo não explicam de forma satisfatória a complexidade dos seres vivos. A biologia molecular e a biologia celular revelam mecanismos cuja origem os darwinistas nem se atrevem a tentar explicar.


    Este blog trata de Design Inteligente, Darwinismo e Teoria da Evolução