Home Favoritos Donativos RSS
counter

 
sexta-feira, 25 de julho de 2008

Computadores e biologia, erros e entropia

game checkers jogo das damasFriend Gil Dodgen, um génio de software, escreve,

Jon e sua equipe acabaram por programar a base de dados do jogo das damas de oito peças, ... Mais tarde, Jon detectou erros na minha base de dados, que foram rastreados até um arranhão num CD que iludiu o meu sistema de detecção de erros.

[...]

A questão de fundo é esta: Os erros facilmente se introduzem, são difíceis de detectar, e são ainda mais difíceis de corrigir.

A biologia aparentemente faz muito mais do que detectar e corrigir os erros. Não é só anti-entropia, é neg-entropia, isto é, ela produz novas informações misteriosamente apesar de todas as forças da natureza que tentam conduzir-la no sentido oposto.

Isto é algo que a teoria da evolução materialista é completamente impotente para explicar. Como não se pode chegar a uma inferência de design a partir desta evidência óbvia é um completo mistério para mim.

Pode ler o texto completo abaixo:

Tenho uma história interessante para contar relacionada com a detecção de erros computacionais.

Alguns de vocês podem ter ouvido falar que Jonathan Schaeffer e sua equipe da Universidade de Alberta resolveram o jogo das damas. Este feito fez grandes noticias no mundo da informática.

Eu conheci o Jon no First Computer Olympiad em Londres (organizado pelo famoso David Levy do xadrez e do mundo do software de xadrês) na qual o programa do Jon venceu a medalha de ouro e a minha ganhou a medalha de prata.

Jon e sua equipe acabaram por programar a base de dados do jogo das damas de oito peças, e mais tarde o meu colega Ed Trice e eu programámos-lo também. Jon e eu comparámos os resultados, e ele viu que a sua base de dados continha erros que tinha iludido o seu sistema de detecção de erros. Este esquema produziu resultados internos consistentes, apesar dos erros. Mais tarde, Jon detectou erros na minha base de dados, que foram rastreados até um arranhão num CD que iludiu o meu sistema de detecção de erros.

Todos os erros acabaram por ser rastreados como anomalias de transferência de dados e não como algoritmos computacionais gerados, de modo que os métodos de CRC (verificação de redundância cíclica) foram usados para resolver o problema.

Confira aqui.

Jon agradeceu a nós os três (Ed Gilbert, Gilbert Dodgen, e Ed Trice) pela verificação da base de dados.

A questão de fundo é esta: Os erros facilmente se introduzem, são difíceis de detectar, e são ainda mais difíceis de corrigir.

A biologia aparentemente faz muito mais do que detectar e corrigir os erros. Não é só anti-entropia, é neg-entropia, isto é, ela produz novas informações misteriosamente apesar de todas as forças da natureza que tentam conduzir-la no sentido oposto.

Isto é algo que a teoria da evolução materialista é completamente impotente para explicar. Como não se pode chegar a uma inferência de design a partir desta evidência óbvia é um completo mistério para mim.


e já agora porque não citar Bill Gates:

"O DNA é como um programa de computador, mas muito, muito mais avançado do que qualquer software que alguma vez tenhamos criado."
- Bill Gates -



Veja também o tópico "Novo Software de Simulação da Evolução"

0 comentários:

Postar um comentário





Related Posts with Thumbnails
A origem da vida não é consensual. A evolução dos seres vivos não é consensual. A teoria de Lamarck, a teoria de Darwin, e outras, propuseram a transformação dos seres vivos ao longo do tempo.

Mas o evolucionismo e o darwinismo não explicam de forma satisfatória a complexidade dos seres vivos. A biologia molecular e a biologia celular revelam mecanismos cuja origem os darwinistas nem se atrevem a tentar explicar.


Este blog trata de Design Inteligente, Darwinismo e Teoria da Evolução