Home Favoritos Donativos RSS
counter

 
segunda-feira, 9 de março de 2009

Peixe com cabeça transparente

Macropinna microstoma

Macropinna microstomaEstes dias encontrei um artigo com fotografias de um ser marinho muito estranho. Inicialmente pensei até que se tratava de alguma brincadeira, uma imagem produzida com o photoshop.

Cabeça transparente

Trata-se de um peixe das profundezas que tem uma cabeça transparente. E o mais curioso é que os olhos ficam no interior dessa parte transparente da cabeça.

Macropinna microstoma - Olhos - eyesNão se deixem enganar. Pois inicialmente também eu pensei que os dois pontos sobre a boca fossem os olhos. Mas não são os olhos, ali são as narinas. Os olhos ficam bem no interior daquela massa transparente. Reparem nas duas esferas verdes. Pois é! Aí sim estão os olhos.

O nome cientifico do peixe é Macropinna microstoma, também conhecido por "Barreleyes".

Olhos tubulares

Deram-lhe o nome "barreleyes" porque os olhos em vez de serem esféricos, são cilíndricos. Esta forma permite uma melhor captação de luz nas profundidades onde vive. As lentes são bastante grandes. Tão grandes que se os olhos fossem esféricos seriam necessárias umas esferas gigantes. O design tubular dos olhos permite uma economia de espaço/forma. É mais como um telescópio do que como uma grande angular. Aqui fica um esquema lateral de um daqueles olhos:

L- O mesmo que brilha com uma cor verde nas fotos
Chapman's (1942) mesial view of the left eye of Macropinna microstoma. Abbreviations: RS = rectus superior, L =lens, OS = obliquus superior, OI = obliquus inferior, RIN = rectus internus, RI = rectus inferior, RE = rectus externus, OP = optic nerve.

Olhos rotativos

Como se não bastasse o animal tem uma cobertura do crânio completamente transparente, e os olhos giram no interior daquela massa transparente para olhar para o exterior.

Macropinna microstoma - Orientação Olhos - eyes orientationNa imagem A o peixe está a olhar para cima, na vertical, através da sua cabeça. Na imagem B o peixe rodou os seus olhos binoculares para olhar em frente

Vejam o video:


"O Macropinna é um peixe pequeno e escuro, com grandes barbatanas, uma boca pequena e um par de olhos notável.
As duas esferas verdes nestas imagens são as lentes dos olhos tubulares. Por trás dos olhos há um conjunto de grandes escamas. Os olhos estão dentro de um escudo transparente, que lembra a cobertura de um cockpit de um avião de combate. Em frente aos olhos h+a duas cápsulas escuras que contêm os orgãos olfactivos.
Normalmente, o Macropinna fica parado na água, silencioso, e usa as barbatanas grandes para permanecer estável e ao mesmo tempo sonda a água acima da cabeça à procura de comida. Quando a encontra, consegue rodar os olhos de maneira a olhar para a frente e assim incluir a boca no campo de visão.
Especulamos que o Macropinna rouba comida aos sifonóforos, animais alongados, com tentáculos que capturam as presas que nadam ao seu encontro.
Pensamos que o Macropinna nada até aos tentáculos e rouba a comida aos sifonóforos. O escudo por cima dos olhos protege estas estruturas sensiveis das células que há nos tentáculos dos sifonóforos que são como ferrões.
Também consegue rodar os olhos para evitar predadores... ou para evitar ser capturado por cientistas."
Bruce Robison, do Monterey Bay Aquarium Research Institute

Localização do Macropinna

A variedade da vida é extraordinária. Quando pensamos que já não nos surpreendemos facilmente, aparece-nos um bicho destes que parece que saiu de outro planeta, e deixa-nos com os olhos em bico e a cabeça a andar à roda.
Mas este animal também é deste planeta. Segundo a Fishbase a distribuição do Macropinna é a seguinte:
Macropinna microstoma - mapa de distribuição - map distribution

Caros amigos darwinistas podem começar as vossas especulações evolutivas para a cabeça transparente, para a forma tubular dos olhos e para a capacidade rotativa dos mesmos. Depois é só juntar uns pozinhos darwinistico-selectivos e puff, aparecem logo várias historinhas fantásticas "muito fundamentadas" para o Macropinna. Rsrs

0 comentários:

Postar um comentário





Related Posts with Thumbnails
A origem da vida não é consensual. A evolução dos seres vivos não é consensual. A teoria de Lamarck, a teoria de Darwin, e outras, propuseram a transformação dos seres vivos ao longo do tempo.

Mas o evolucionismo e o darwinismo não explicam de forma satisfatória a complexidade dos seres vivos. A biologia molecular e a biologia celular revelam mecanismos cuja origem os darwinistas nem se atrevem a tentar explicar.


Este blog trata de Design Inteligente, Darwinismo e Teoria da Evolução