Home Favoritos Donativos RSS
counter

 
sexta-feira, 3 de abril de 2009

Evidências de macroevolução

Finalmente apareceram as provas irrefutáveis da macroevolução. Duvidam? Então vejam:

(Elo perdido entre os sapos e os hipopótamos)


(forma transitória espectacular entre um lagarto e um leopardo)


Não, não são híbridos! São mesmo elos perdidos. Vejam mais:

(prova de que os animais de estimação também se transformam entre si)


(Um camaleão com corpo de macaco e asas de borboleta prova a existência de uma evolução trivergente)


(elefante com cabeça de orangotango... ou será um orangotango com cabeça de elefante?!! ... Não interessa... Evoluiu!)


(esta rã é evidência de um ramo desconhecido. Ocupa um lugar na arvore evolutiva entre os anfíbios e os porcos)


(Este papagaio com cabeça de crocodilo é a prova incontestável de que os pássaros evoluíram dos dinossauros)


Um concurso realizado por um site de fotografias na internet permitiu a "criação" de estranhas espécies de animais.
Os participantes foram convidados a utilizar um software de manipulação de imagens, o Avery, disponível gratuitamente no site.
Combinando fotos de dois ou até três bichos, os internautas apresentaram imagens que impressionaram pelo realismo.
FONTE: BBC Brasil


Gostaram? Então vejam também o amigo fiel dos darwinistas:


4 comentários:

  1. Minha intenção não é desrespeitar. Mas gostaria que se observasse o seguinte:
    Fé é acreditar em algo do qual não se tem certeza. Não existe fé no evolucionismo pq o evolucionismo é observável.
    Teoria em linguagem científica significa uma explicação para um conjunto de fatos.
    Nós temos as provas da genética, as provas da anatomia comparada, nós podemos observar a evolução baseada na seleção sexual em curso, nós já observamos a evolução de raposas para seres próximos de cães em apenas 6 gerações de raposas. Nós observamos a seleção artificial mostrando a diminuição das presas de elefantes no século XX. Nós podemos acompanhar a evolução de colônias de bactérias em laboratório. Outra coisa é que vc nunca encontraria um intermediário entre sapos e tigres por exemplo, porque eles estão separados por milhares de anos de evolução. Pertencem a mesma árvore, mas são de galhos diferentes. O sapo está no galho dos anfíbios e tigres estão muito distantes nos galhos dos mamíferos e ainda separados dentro dos galhos dos mamíferos pq até aqui cada um fica em seu lugar , os tigres ficam na classe dos felinos.
    Então a evolução é um fato. Teoria em linguagem científica não deve ser entendida como sinônimo de hipótese. Assim como devemos pensar que a Relatividade geral é apenas uma ideia, NAO, ela já foi confirmada ( inclusive aqui no Brasil,com Eienstein vivo). Essa teoria da relatividade que é uma explicação comprovada da GRAVIDADE é um fato e é chamada de teoria pq é assim que chamamos explicações científicas para fatos que tenham passado nos critérios do método científico. Então nossa teoria da gravidade, a relatividade geral, nossa teoria da evolução são FATOS. Se vc ordenar os fósseis depois de data-los, vera a evoluçao de organismos de milhares de anos partindo dos simples até os complexos diante de seus olhos.
    Espero não ter ofendido de nenhuma forma, não foi minha intenção.

    ResponderExcluir
  2. O evolucionismo de Darwin jamais foi observado. Raposas evoluindo para raposas, elefantes evoluindo para elefantes, cães evoluindo para cães, humanos evoluindo para humanos não provam que a vida surgiu por acaso (ou sorte, como disse R.Dawkins)fazendo uma célula dar origem a todas as formas de vida do planeta (!!!). Aliás, o que as observações demonstram é justamente o contrário: A vida sofre um processo de degradação constante, não de evolução constante conforme os ateus querem que acreditemos. Lamento, mas é o que os verdadeiros FATOS demonstram.
    A ciencia, de uma forma geral, reprova e evolucionismo em todas as instancias. Se semelhança fosse uma prova de que o homem veio do macaco (ops, simios) as bananas não teriam metade dos genes identico aos nossos e os humanos não teriam praticamente nenhuma semelhança genética com cavalos, cangurus, morcegos e outras criatura tão diferentes. Mas tais semelhãnças existem, são muito grandes e mostram que há algo de podre no reino de Darwin, que não tinha nenhuma formação científica.

    ResponderExcluir
  3. o dono do post, só pode estar de brincadeira. existem diversos intermediários entre as espécies, mas não como nestes desenho, nenhum evolucionista acha que funciona desta maneira. ele usou a falácia do espantalho, cria um argumento fraco pra destruí-lo facilmente e diz que destruiu o argumento. mas se não está satisfeito pesquise pelo sapo peixe que tem um corpo de sapo e calda de peixe, pesquise por outros peixes que possuem patas, pesquise sobre o ornitorrinco que possui características de aves e mamíferos, pesquise pelos próprios anfíbios que são intermediários entre peixes e repteis. e pra tirar a duvida do pessoal a ancestralidade de cada ser vivo se distancia cada vez mais na arvore genealógica, por isso vc não vai ver um tigre compartilhando um ancestral direto com um lagarto ninguém nunca sugeriu isto, lagartos e tigre tiveram um ancestral comum que não era lagarto e nem tigre, mas conforme a seleção natural vai agindo conforme o ambiente eles foram se diferenciando é como se vc pegar um primo seu e ir voltando no tempo, quanto mai vc volta menos parecidos vcs ficam, e mo Dna vai ficando cada vez menos parecido, assim vc tem parentes mais próximos que tem Dna parecido com o seu e parentes mais distantes que como uma banana que tem 50% do seu Dna, pq vcs compartilharam este ancestral comum, 50% parece muito mais na verdade não é porque são trilhões de fitas de Dna então 50% não representa grandes coisas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Calma cara, relaxa.

      Acho que essas fotos aí foram só uma bricadeira. Vc leva a evolução demasiado a sério cara!

      Excluir





Related Posts with Thumbnails
A origem da vida não é consensual. A evolução dos seres vivos não é consensual. A teoria de Lamarck, a teoria de Darwin, e outras, propuseram a transformação dos seres vivos ao longo do tempo.

Mas o evolucionismo e o darwinismo não explicam de forma satisfatória a complexidade dos seres vivos. A biologia molecular e a biologia celular revelam mecanismos cuja origem os darwinistas nem se atrevem a tentar explicar.


Este blog trata de Design Inteligente, Darwinismo e Teoria da Evolução