Home Favoritos Donativos RSS
counter

 
quinta-feira, 25 de junho de 2009

Aves descendem dos dinossauros? - novas descobertas, novas dúvidas

Acabou de ser publicada uma nova pesquisa por Devon Quick e John Rubin na Oregon State University, no The Journal of Morphology, que pôe em dúvida a crença Darwinista amplamente estabelecida de que as aves evoluíram dos dinossauros Teropodes. Este trabalho foi relatado pela EurekAlert! um serviço de notícias globais on-line operado pela Associação Americana para o Avanço da Ciência (AAAS). O comentário é intitulado "Descoberta levanta novas dúvidas sobre as relações dinossauro-pássaro". Relata que o Professor Rubin disse

É realmente espantoso que depois de séculos a estudar as aves e seu voo ainda não compreendemos um aspecto básico da biologia das aves. Esta descoberta provavelmente significa que as aves evoluíram num caminho paralelo aos dinossauros, iniciando esse processo antes mesmo da maior parte das espécies de dinossauro existirem.

bird thigh, dinosaurEnquanto as aves caminham e correm, o movimento dos membros é gerado principalmente nas articulações do joelho e do tornozelo; nos humanos, o movimento ocorre nas articulações do joelho, tornozelo e quadril. A coxa do pássaro não se move substancialmente da sua posição quase horizontal rígida em que serve de apoio lateral aos sacos de ar de paredes finas do sistema respiratório. (Crédito: Image courtesy of Oregon State University)

A investigação na Oregon State University tem incidido sobre a fixidez da estrutura do esqueleto e muscultatura únicas para dar apoio ao pulmão e na necessidade das aves de 20 vezes mais oxigénio do que os répteis de sangue frio. O pesquisador Devon Quick é citado no EurekAlert!
Isto é fundamental para a fisiologia das aves. É realmente estranho que ninguém tenha percebido isto antes. A posição dos ossos e músculos da coxa nas aves é fundamental para a sua função pulmonar, que por sua vez é o que lhes dá a suficiente capacidade pulmonar para o voo.


Existe agora um crescente corpo de evidências que enfraquece a crença darwinista de que as aves evoluíram dos dinossauros. Por exemplo, o Professor Rubin é citado como tendo dito
As aves encontram-se mais cedo no registo fóssil do que os dinossauros dos quais era suposto terem descendido. Isso é um problema bastante grave, e há outras inconsistências com as teorias pássaro-de-dinossauro. Um Velociraptor não brotou penas a determinada altura e saiu voando para o pôr do sol.

Enquanto os investigadores defendem que as aves e dinossauros podem ter tido um ancestral comum, o Professor Rubin é citado como se segue:
Francamente, há um grande número de políticos dos museus envolvidos nisto, muitas carreiras dependentes de um determinado ponto de vista, mesmo que novas provas científicas suscitem questões. Em algumas exposições de museus, a teoria evolucionária das aves-descendentes-de-dinossauros tem sido retratado como um facto amplamente aceite, com um asterisco apontando para letras pequenas que dizem que "alguns cientistas discordam". Mas agora há cada vez mais asteriscos. Isso é parte do processo da ciência.

Indicamos aos leitores o artigo da Truth in Science mostrado aqui. Além disso, nós não antecipamos um documentário de David Attenborough!

(por Truth in Science)

0 comentários:

Postar um comentário





Related Posts with Thumbnails
A origem da vida não é consensual. A evolução dos seres vivos não é consensual. A teoria de Lamarck, a teoria de Darwin, e outras, propuseram a transformação dos seres vivos ao longo do tempo.

Mas o evolucionismo e o darwinismo não explicam de forma satisfatória a complexidade dos seres vivos. A biologia molecular e a biologia celular revelam mecanismos cuja origem os darwinistas nem se atrevem a tentar explicar.


Este blog trata de Design Inteligente, Darwinismo e Teoria da Evolução