Home Favoritos Donativos RSS
counter

 
sábado, 21 de novembro de 2009

Viva o Criacionismo! - Ponto de vista de um evolucionista

Um livro para abandonar as críticas simplistas ao criacionismo:

O criacionismo põe as pessoas com medo. Nós acusamos o criacionismo de todos os males. É uma ameaça tanto para a ciência como para a sociedade democrática. Daí os apelos regulares para combatê-lo em nome da racionalidade e da laicidade. Não é altura de uma vez por todas acabar com essa doutrina religiosa de outra era dissimulada com pretensões científicas?

Não, não necessariamente, diz Thomas Lepeltier. Neste texto iconoclasta, onde ele discute a natureza cientifica do criacionismo, ele avança [com o argumento], de que aqueles que querem o desaparecimento do criacionismo, sob o pretexto de que [o criacionismo] não seria uma teoria científica, mas sim apenas uma doutrina religiosa, promovem, sem se aperceberem, uma sociedade onde todos os dissidentes de todas as teorias científicas dominantes terão desaparecido.

Se é isso que os opositores do criacionismo querem, o espírito de crítica que eles fingem que defendem está em risco. Sob o domínio de reflexão - como na política, se somos democráticos - não deveria ser sempre necessário congratularmo-nos sobre a existência de contraditores, mesmo quando consideramos que eles estão errados? Em suma dado o tom simplista dos debates contemporâneos sobre o criacionismo, este é um trabalho pertinente a ler com urgência.

Fonte: http://thomas.lepeltier.free.fr/creationnisme.html

Lepeltier Thomas é um historiador e filósofo da ciência, jornalista e professor na Universidade de Oxford. Ele é o autor de história do criacionismo: Darwin Herege, O eterno retorno do criacionismo (Darwin hérétique, L'éternel retour du créationnisme - Le Seuil, 2007).

0 comentários:

Postar um comentário





Related Posts with Thumbnails
A origem da vida não é consensual. A evolução dos seres vivos não é consensual. A teoria de Lamarck, a teoria de Darwin, e outras, propuseram a transformação dos seres vivos ao longo do tempo.

Mas o evolucionismo e o darwinismo não explicam de forma satisfatória a complexidade dos seres vivos. A biologia molecular e a biologia celular revelam mecanismos cuja origem os darwinistas nem se atrevem a tentar explicar.


Este blog trata de Design Inteligente, Darwinismo e Teoria da Evolução