Home Favoritos Donativos RSS
counter

 
terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

III - Dúvidas? Verdadeiros cientistas nunca têm dúvidas!

Chimpanzé Cientista, Scientist Chimp, macaco, monkeyDESIGN OF LIFE: Você entrevistou 150 cientistas para o seu filme. Será isso um recorde? Percebi que foi feito um esforço para desacreditar o filme com o argumento de que o pessoal anti-DI foi deturpado, que você praticamente os enganou para que participassem.

MATHIS: Isso não surpreende. Quando você está habituado a uma situação em que tudo o que é falado em livros e filmes se ajusta à sua opinião dogmática - e isso é o que eles tinham - e, em seguida, aparece um filme que aplica algum ceticismo real, naturalmente que eles estão descontentes.

Eles tinham uma lista de perguntas que nós iríamos fazer. A controvérsia tem pelo menos dois lados. Mas eles habituaram-se demasiado apenas a um lado.

Aparentemente, eles não compreenderam que nós iríamos mesmo fazer aquilo que realmente dissemos que íamos fazer.

Um dos pontos a salientar - todas essas pessoas estão continuamente a falar sobre este assunto na Internet, e em livros e filmes. O que eles nos disseram é coerente com o que eles dizem em outros lugares.

DOL: Então, se alguém os deturpou no filme, foram eles mesmos. Que mais esforços você espera? Atacar? Ignorar? Processar?

MATHIS: Meu palpite é que eles têm que ir com o ataque, pois vai haver muito calor, muita discussão.

DOL: Você tinha-se interessado pelo DI antes de começar a fazer o filme? Você já aprendeu alguma coisa?

MATHIS: Tinha-me interessado moderadamente. Eu certamente não estava a levar a cabo nenhum tipo de cruzada por ele. O que eu aprendi? Oh, isso é uma grande questão. Eu certamente já aprendi muita coisa sobre astronomia, biologia, física, probabilidade, lógica, raciocínio, filosofia, comportamento humano, confirmação de prconceito - uau!

DOL: Ok, prof, o que é a confirmação de preconceito?

MATHIS: Todo cientista e jornalista deve ser forçado a tomar uma aula sobre a confirmação de preconceito. É dizer, estou certo, assim é que é. Por que você me está questionando? Um grande número de pessoas nas áreas da ciência e da medicina ignoram completamente o facto de que eles precisam proteger-se dele, ou então eles nem sequer tentam fazê-lo.

Também constei que, ao entrevistar cientistas que não são biólogos, fiquei bastante surpreendido com a sua falta de entendimento da biologia. Eu supus incorrectamente que eles iriam realmente saber, mas não. No entanto, eles estão absolutamente convencidos de que esta é a verdade.

DOL: Então Darwin me ama e tem um plano maravilhoso para a minha vida? E quanto aos biólogos?

MATHIS: Os biólogos são um lote interessante. Eles de algum modo não encaram de frente o problema da informação. De onde é que as informações vêm? Você não pode simplesmente saltar por cima do problema de como a vida começou. Não é intelectualmente honesto. Se você vai acreditar num ponto de vista materialista, você vai ter de enfrentar essa questão.

Essa é uma das coisas mais deslumbrantes que aprendi neste projecto - essas pessoas nunca terem reflectido sobre a possibilidade de poderem estar erradas. No entanto, a história da ciência mostra que muitas pessoas têm defendido idéias que se provaram estar erradas.

DOL: Os fariseus da ciência? Mas e os tipos do DI? Não estão eles convencidos de que eles estão corretos também?

MATHIS: Quando você olha para os dois lados - os tipos do DI estão convencidos de que eles estão certos também, mas eles não estão dizendo que o neo-darwinismo não é uma teoria legítima, apenas que existe uma outra maneira de ver as coisas. Ela é chamada design. É uma proposição racional científica e temos dados para sustentá-la. Eles não estão dizendo que a outra parte não tem razão de existir ou que é estúpida.

Aqui está uma entrevista podcast com Mark Mathis.

(por O'Leary)

Parte I - "Expelled": o Design Inteligente lança-se a Hollywood

Parte II - Questões ? Verdadeiros jornalistas não levantam questões!


0 comentários:

Postar um comentário





Related Posts with Thumbnails
A origem da vida não é consensual. A evolução dos seres vivos não é consensual. A teoria de Lamarck, a teoria de Darwin, e outras, propuseram a transformação dos seres vivos ao longo do tempo.

Mas o evolucionismo e o darwinismo não explicam de forma satisfatória a complexidade dos seres vivos. A biologia molecular e a biologia celular revelam mecanismos cuja origem os darwinistas nem se atrevem a tentar explicar.


Este blog trata de Design Inteligente, Darwinismo e Teoria da Evolução