Home Favoritos Donativos RSS
counter

 
sábado, 6 de março de 2010

Liberdade Académica sobre a Evolução no New York Times

Primeira Página do New York Times Destaca o Movimento para a Liberdade Académica sobre a Evolução, Aquecimento Global e Outras Questões da Ciência

O esforço para proteger a liberdade dos professores para realizarem discussões equilibradas sobre a evolução nas salas de aula, sobre o aquecimento global e outras questões científicas é destaque na primeira página de hoje do New York Times. O artigo, "Darwin Foes Add Warming to Targets", contém os erros habituais e deturpações que se esperam da parte dos mídia estabelecidos. Mas sejam deturpações ou não, o artigo numa coisa está certo: revela como o público e os políticos estão cada vez mais insatisfeitos com a tentativa da comunidade científica para se desviar da ciência para apoiar várias agendas ideológicas, quer se trate de ateísmo científico de Richard Dawkins ou de alguns esforços alarmistas sobre o aquecimento global para nos levar de volta à Idade da Pedra. As pessoas querem uma verdadeira educação sobre temas científicos, e isso inclui a possibilidade de estudar todas as evidências, e não apenas alguns pontos de dados escolhidos de forma selectiva pelo seu valor de propaganda.

Claro que o artigo do Times alinha na papagaiada do refrão padrão de que não há críticas científicas legítimas a coisas tais como a evolução darwiniana ou o aquecimento global. Digam isso para os mais de 800 cientistas doutorados que assinaram a declaração de dissidência de Darwin, ou a qualquer um que tenha lido os emails do "ClimateGate".
É uma medida da obtusidade do Times que um artigo que discute as preocupações sobre o ensino de uma face apenas do aquecimento global nem sequer se dignou a mencionar a avalanche de revelações de má conduta de cientistas alarmistas do aquecimento global. O lema do The Times, "All the news that's fit to print", assumiu um novo significado: Ocultar ao público todas as "verdades inconvenientes" que possam perturbar o establishment ideológico. Felizmente, o Times e o resto dos mídia já não são as vias de conhecimento para o que a maioria das pessoas aprendem sobre o mundo.

Se você quiser apoiar o direito dos professores a apresentarem todas as evidências científicas, considere assinar a Petição para a Liberdade Académica ou a conhecer o nosso modelo sobre a legislação sobre a liberdade académica.

(por John West)


0 comentários:

Postar um comentário





Related Posts with Thumbnails
A origem da vida não é consensual. A evolução dos seres vivos não é consensual. A teoria de Lamarck, a teoria de Darwin, e outras, propuseram a transformação dos seres vivos ao longo do tempo.

Mas o evolucionismo e o darwinismo não explicam de forma satisfatória a complexidade dos seres vivos. A biologia molecular e a biologia celular revelam mecanismos cuja origem os darwinistas nem se atrevem a tentar explicar.


Este blog trata de Design Inteligente, Darwinismo e Teoria da Evolução