Home Favoritos Donativos RSS
counter

 
terça-feira, 3 de março de 2009

Público não compra Darwin

No Ano da Grande Celebração a mensagem não está a passar

Peixe de DarwinUma recente sondagem na Inglaterra, feita na véspera das celebrações dos 200 anos de Darwin, mostra que quase metade dos britânicos têm sérias dúvidas sobre a evolução. E isto apesar de este ser o grande Ano de Darwin e toda publicidade em torno das celebrações que faz da Grã-Bretanha o lar de Darwin,de Dawkins e de tudo isso. De alguma forma a mensagem simplesmente não está a passar.

Aqui nos Estados Unidos, uma recente sondagem Zogby indica um aumento significativo no número de pessoas que pensam que as evidências contra a evolução devem ser ensinadas. Isso é estranho se considerarmos que tantas vezes nos disseram que não há provas contra a evolução e que ela está tão bem confirmada como a teoria da gravidade. Pois é, a mensagem também não passou.

E depois temos a Sociedade para a Biologia Integrativa e Comparativa (SICB) a boicotar o estado da Lousiana e a partir para New Orleans, para a sua conferência 2011, por causa do Lousiana Science Education Act, que permite que os professores apresentem evidências contra a evolução, sem medo de retaliação, algo que simplesmente não se coaduna com a SIBC e outros Darwinistas. O Dr. Micahel Egnor escreveu uma carta aberta ao SICB em relação ao seu boicote.

Durante anos os Darwinistas têm dito aos cépticos que eles não entenderam. Neste ano de comemorações do 200º aniversário do Fundador, parece que é ao contrário: os Darwinistas são quem não está a entender. Apesar de anos de hegemonia total sobre a forma como a ciência é ensinada nas escolas públicas, tanto aqui como na Grã-Bretanha e apesar do excesso de cobertura da imprensa, programas especiais e de inúmeros livros populares e sites, parece que o público não está a comprar o que eles estão a vender!

(por DonalM)

0 comentários:

Postar um comentário





Related Posts with Thumbnails
A origem da vida não é consensual. A evolução dos seres vivos não é consensual. A teoria de Lamarck, a teoria de Darwin, e outras, propuseram a transformação dos seres vivos ao longo do tempo.

Mas o evolucionismo e o darwinismo não explicam de forma satisfatória a complexidade dos seres vivos. A biologia molecular e a biologia celular revelam mecanismos cuja origem os darwinistas nem se atrevem a tentar explicar.


Este blog trata de Design Inteligente, Darwinismo e Teoria da Evolução